Hoje, queremos desmistificar uma ideia que, muitas vezes, transforma-se em culpa e frustração para pais e responsáveis: a falta de familiaridade deles com o inglês. Ainda que pais e responsáveis devam estar sempre atentos e comprometidos com o desenvolvimento das crianças, isso não significa que eles têm responsabilidade sobre o processo de aprendizagem proporcionado por uma escola bilíngue.

“Mas como vou estimular o aprendizado se eu, que sou adulto, não falo inglês?”

Confira essas dicas que preparamos pensando em você!

#DICA1

Acompanhe as crianças no momento de realizar as tarefas de casa sem se preocupar em ter todas as respostas. A ideia é estar junto, sem ter a responsabilidade de solucionar as atividades. Desta forma, é possível até aprender o idioma enquanto se divertem juntos.

#DICA2

Para incentivar o contato com o idioma, aposte em músicas e conteúdos que tenham legenda. Assim, é possível unir os dois universos!

#DICA3

Inverta os papéis: peça para as crianças assumam o lugar do professor! Além de ser uma brincadeira divertida, seu filho terá a oportunidade de compartilhar conhecimento e praticar o conteúdo assimilado em sala de aula.

#DICA4

Mantenha contato frequente com os professores. Assim, é possível compartilhar experiências e garantir que o acompanhamento da criança está sendo feito de maneira integral: em casa e na escola.

Com toda a certeza: pais e responsáveis não precisam ser bilíngues para que seus filhos tenham essa oportunidade. O importante, na verdade, é que se proponham a estimular, acolher e acompanhar esse incrível processo de aprendizagem e desenvolvimento.